Orquestra de Câmara do Amazonas

  • 17:00
  • IGREJA SANTO ALEXANDRE - Praça Frei caetano Brandão - Cidade Velha, Belém - PA, 66020-240




Orquestra de Câmara do Amazonas

Regente Titular e Direção Artística: Marcelo de Jesus

Orquestra-de-Câmara-do-Amazonas-01

Orquestra de Câmara do Amazonas e maestro Marcelo de Jesus, divulgação

Orquestra de Câmara do Amazonas – 15 anos

Fundada em 2002 pelo Governo do Estado do Amazonas, a Orquestra de Câmara do Amazonas – ou OCA, como é carinhosamente conhecida pela população amazonense e seus integrantes – é um dos principais corpos artísticos deste estado, com atuação e renome internacionais.

Dirigida artisticamente pelo regente titular, maestro Marcelo de Jesus, a OCA, ao longo de seus mais de dez anos, desenvolve um repertório próprio, como leituras do tenro barroco à contemporaneidade, e o apresenta em forma de concertos populares e eruditos. É constantemente convidada a mostrar a sua qualidade musical em diversos eventos promovidos pelos grandes centros culturais do país. Bons exemplos são as apresentações da orquestra no Alfa Real e no Memorial da América Latina, em São Paulo; no Festival de Inverno, em Petrópolis, Rio de Janeiro e no Teatro da Paz, em Belém do Pará. Constam em seu repertório inúmeras estreias nacionais e internacionais, como DJPO, de Edmundo Villani-Côrtes; Sinfonia n° 2 – Paisagens Verdes, de Harry Crowl; e Shotakovichiana, de André Mehmari, todas especialmente compostas para este grupo.

Destacada em todo território nacional como uma das mais atuantes formações de câmara no Brasil, a OCA tem em seu repertório a integral da música de câmara de Cláudio Santoro, incluindo a inédita Sinfonia n°1 e One Minute Play, obra que também foi executada somente por este conjunto.

Com os conceitos de inovação, versatilidade e intercâmbio artístico, também fazem parte de sua práxis diversos Cross Overs, dialogando com todas as vertentes da música popular brasileira, com o rock e outras inúmeras manifestações artísticas. Desta forma, a Orquestra de Câmara do Amazonas está comprometida com atitudes sociais variadas, sempre buscando proporcionar música de qualidade e seus diversos estilos para uma plateia cada vez mais abrangente e diversificada.

Em 2017 a OCA celebra 15 anos de existência.

igreja sant alexandre

Igreja Santo Alexandre, construída entre 1698-1719

 

Marcelo-de-Jesus

Maestro Marcelo de Jesus, divulgação

Regente Titular e Direção Artística: Marcelo de Jesus

Graduado em piano, composição e regência pela UNESP, Marcelo de Jesus é um dos mais atuantes regentes brasileiros. Estudou regência com Juan Serrano, Lutero Rodrigues, Ronaldo Bologna e Karl Martin; composição com H.J. Kollreuter e Edmundo Villani-Côrtes; piano com Pietro Maranca, Homero Magalhães e na Itália com Carmella Pistillo (Academia Santa Cecília – Roma).

Após anos de atuação como pianista e maestro assistente de alguns dos mais renomados maestros do Brasil, assumiu a convite do maestro Luiz Fernando Malheiro o posto de diretor artístico adjunto do Festival Amazonas de Ópera. Desta parceria em mais de 15 anos, integram-se ao seu repertório inúmeras récitas de óperas e concertos e seus mais diversos compositores, com vários destaques para estreias de novas e antigas obras, como “Poranduba” (E.Villani-Côrtes) e “Yerma” (H.Villa-Lobos). São notórias suas realizações da integral das Sinfonias de L.V. Beethoven, bem como as integrais dos Choros e Bachianas de H. Villa-Lobos e a primeira execução brasileira da Sinfonia de L. Berio.

Enquanto diretor artístico e regente titular da Orquestra de Câmara do Amazonas, compromete-se à execução de um amplo repertório que abrange da música barroca às diversas formas de expressões contemporâneas.

Premiado como “maestro-relação” (Revista Bravo – 2002) “Melhor Gravação de Música Brasileira – CD ‘Velhas e Novas Cirandas – música brasileira para fagote e orquestra’” (APCA – 2010), merecem destaque suas atuações nas temporadas 2005, 2006 e 2011 de Ópera da Colômbia,  e à frente da Amazonas Filarmônica, Orquestra Experimental de Repertório, Orquestra Sinfônica de Sergipe, Orquestra Filarmônica do Espírito Santo, Sinfônica de Rosário, Milano Classica e Orquestra Sinfônica Brasileira, como maestro convidado.

Atual Diretor dos Corpos Artísticos do Amazonas, tem divido sua atuação dentro e fora dos palcos com os diversos grupos da Secretaria de Estado de Cultura do Amazonas.

Em 2016 dirigiu a nova montagem da Medée de Luigi Cherubini no Festival Amazonas de Ópera e participou das temporadas da Orquestra Filarmônica de Goiás, Orquestra Sinfônica de Porto Alegre (RS) e Orquestra Sinfônica de Bahia Blanca (Argentina). Dentro do “Rock in Rio” regeu o concerto “Amazonia Live” com a participação de Placido Domingo e Ivete Sangalo..

 

 

Programa

 

WOLFGANG AMADEUS MOZART – Requiem KV 626 (Versão para cordas de Peter Lichtenthal)

ANTONIO VIVALDI – As quatro estações (recompostas por Max Richter)

Harpa– Diana Todorova
Cravo– Átila de Paula
Regente Titular – Marcelo de Jesus


 

 

Apresentações