Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Cláudio Santoro

  • 20:00
  • CINE BRASILIA - EQS 106/107 - Asa Sul, Brasília - DF, 70345-400




Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Cláudio Santoro

Regente convidado: Maestro Miguel Campos Neto

Solista: Ricardo Santos, trombonista

img_1543_credito_alan_moreira

Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Claudio Santóro, divulgação

Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Cláudio Santoro

Fundada em março de 1979 pelo Maestro e compositor Cláudio Santoro, a Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Cláudio Santoro é uma das principais instituições do gênero no Brasil. Em sua trajetória de 35 anos de existência a OSTNCS, realizou milhares de concertos, temporadas de ópera e ballet, acompanhou importantes artistas nacionais e internacionais, realizou gravações, turnês nacionais e internacionais.

Artistas populares foram convidados das temporadas da orquestra, Martinho da Villa, Zizi Possi, Tom Jobim, Wagner Tiso, Ivan Lins, Fagner, Fafa de Belem, Sandra de Sá, Bibi Ferreira, Francis Hime, Sergio Ricardo, Toninho Ferragutti, Ed Motta, Spok Frevo, Plebe Rude, Paulinho da Viola, Toquinho e Hamilton de Holanda.

A OSTNCS realizou o primeiro show/concerto do novo Estádio Nacional “Mané Garrincha” em homenagem ao cantor e compositor Renato Russo reunindo um público de 50 mil pessoas. Nesta ocasião cantaram com a Orquestra , Ivete Sangalo, Fernanda Takay , Lobão, Ziizi Possi, Jerry Adriani e outros nomes da música brasileira, além de um holograma do Renato Russo.
Participou do concerto em celebração dos 40 anos de relações diplomáticas entre o Brasil e China com a presença dos Chefes de Estados dos dois países. A OSTNCS realizou concertos em diversas cidades brasileiras e também na Itália, Portugal, Cuba, Coreia e no Brasil na Sala São Paulo, Festival de Campos do Jordão, Theatro Municipal do Rio de Janeiro, Teatro Amazonas, Palácio da Artes em Belo Horizonte entre outros. Gravou diversos discos com repertorio de música brasileira tendo um destaque especial para os títulos “Sinfonias dos 500 anos” e “Clássicos do Samba”.  É dirigida atualmente pelo Maestro Cláudio Cohen.

 

maestro-migruel-campos-neto

Miguel Campos Neto, divulgação

Regente convidado: Maestro Miguel Campos Neto

A OSTP tem como regente titular o maestro Miguel Campos Neto. Após sua estreia na Ópera Salomé em novembro de 2012, a crítica especializada considerou Campos Neto um maestro que “dá ritmo teatral e fluência ao espetáculo e sabe recriar a linguagem musical específica dos personagens principais” (João Luiz Sampaio, O Estado de S. Paulo). Atualmente regente titular da Orquestra Sinfônica do Theatro da Paz, da Orquestra Jovem Vale Música e da Orquestra Sinfônica Altino Pimenta (UFPA), Campos Neto, além de ser um dos fundadores da Chelsea Symphony de Nova York também atuou cinco anos como diretor artístico e regente titular da sinfônica nova-iorquina.

Como convidado regeu inúmeras orquestras: Orquestra Sinfônica de Porto Rico, The Mannes Orchestra, Franz Liszt Orchestra Academy e recentemente a Orquestra do Festival de Mulhouse na França. Miguel Campos Neto, mestre do violino (bacharelado e mestrado) e da regência orquestral (mestrado), formou-se na Mannes College of Music de Nova York. Detentor de grande experiência, já dividiu os palcos com grandes solistas como Nelson Freire, Antonio Meneses, Robert Bonfiglio, e Emmanuelle Baldini , e dirigiu óperas como “La Traviata” e “Navio Fantasma”.

Programa

Prelude L’apres-midi d’un faune – Claude Debussy (1862-1918)

Peça Concertante para trombone baixo e Cordas – Fernando Morais

Solista: Ricardo Santos, Trombonista

Saudades de Belém – Pierre Thilloy (1970)

Movimentos: “O sonho do índio” e “Cidade das Mangueiras”

***

Sinfonia no. 4 em Fá menor, Opus 36  – Piotr Ilyich Tchaikovsky (1840-1893)

 

 

 


Fotos: Alan Moreira e José Gonçalo

Apresentações