Spok Quinteto

  • 20:00
  • TEATRO SCHIVASAPPA - Av. Gentil Bitencourt, 650 - Nazaré, Belém - PA, 66035-340




Spok Quinteto

Direção musical, saxofone e voz: Spok

Renato Bandeira, guitarra

Adelson Silva, bateria

Hélio Silva, baixo

Julio Cesar Mendes, sanfona

 

“Sotaque Pernambucano”

SpokFrevo_EUA

Spok e Quinteto, divulgação

Spok Quinteto apresenta “Sotaque Pernambucano”

Em janeiro de 2001, surge em Recife a SpokFrevo Orquestra, comandada pelo virtuoso Spok e formada por 18 jovens e talentosos músicos pernambucanos com o intuito de dar ao frevo um tratamento diferenciado, com arranjos modernos, harmonias arrojadas e onde os músicos abusam da liberdade de expressão em improvisos maravilhosos, onde fica clara a influência do jazz.
“O frevo é uma música única e diferente de todas, animada e com uma magia especial: a de passar felicidade”, descreve o apaixonado Spok. No repertório da orquestra estão deliciosos frevos de rua, puramente instrumentais, e alguns frevos canções mostrando com dignidade a cara do povo pernambucano.

Em agosto de 2003 se apresentaram com sucesso no Festival Les Rendez-vous de L´Erdre em Nantes (França), no V Mercado Cultural de Salvador (BA), quando foram comparados a Luckman Jazz Orchestra de Los Angeles, pelo escritor e saxofonista Luís Fernando Veríssimo. Já em 2004, participaram do Festival de Jazz de Cascavel (PR), do Festival Um Sopro de Brasil (SESC Pinheiros), em clubes de jazz de São Paulo e Rio de Janeiro, sempre com presença de grande e animado público.

Seu CD “Passo de Anjo”, lançado no final de 2004, foi considerado um clássico do gênero pela crítica especializada por trazer releituras de antigos sucessos e novas composições como “Ela me disse” de Luciano Oliveira e “Passo de Anjo” de Spok e João Lyra. “O Pernambuquinho”, do famoso Maestro Duda, foi transformado em clipe e exibido na Rede Globo no programa do Fantástico no último domingo de carnaval do ano.

Spok, hoje também músico a arranjador da Banda Sinfônica do Recife, começou a tocar aos 12 anos, por influência do tio e do primo Gilberto Pontes, ambos saxofonistas. Sua formação aconteceu no Centro de Criatividade Musical do Recife. Hoje, é um dos mais respeitados artistas de Pernambuco. Há mais de dez anos divide sua agenda com a SpokFrevo Orquestra e participa de encontros especiais em bandas de outros grandes artistas brasileiros como Fagner, Alceu Valença, Antônio Carlos Nóbrega, Elba Ramalho, Naná Vasconcelos e Sivuca.

Sua grande meta como artista, oriundo das classes menos favorecidas, é legar suas obras e seu conhecimento para jovens, que como ele, também sonham ser músicos profissionais.

É com muito prazer que o Festival Música Na Estrada recebe o grupo Spok Quinteto pela primeira vez dentro de sua programação.

 

 

Programa

A definir


 

Apresentações