Toninho Horta & Delcley Machado – “Dois Brasis”

  • 20:00
  • CASA DA CULTURA - Av. Borges Leal, Santarém - PA, 68040-080




Toninho Horta e Delcley Machado em “Dois Brasis”

Toninho Horta e Delcley Machado (guitarra), Priamo Brandão (baixo) e Edvaldo Cavalcante (bateria)

“Dois Brasis”

Toninho & Delcley para cartaz

Toninho Horta e Delcley Machado – “Dois Brasis”

Vindo de família de músicos – seu avô, o maestro João Horta foi destaque entre os compositores de música sacra e popular no período barroco mineiro – Toninho teve as primeiras aulas de violão com sua mãe Geralda, que era bandonilista, e seu irmão Paulo contrabaixista. Na adolescência compôs suas primeiras canções, acompanhando cantoras na TV Itacolomy e se destacava entre os jovens músicos de sua geração. Morando no Rio de Janeiro a partir dos anos 70, TONINHO HORTA se tornou bastante conhecido nas rodas do meio artístico, sendo admirado por todos pela sua performance bem pessoal, quando tocava a guitarra ou o violão e pelas composições inventivas com sofisticada harmonia. No II Festival Internacional da Canção em 1967, promovido pela Rede Globo de Televisão com direção artística de Augusto Marzagão, TONINHO HORTA foi finalista com as suas músicas “Maria Madrugada” letra de Júnia Horta e “Nem é Carnaval” em parceria com Márcio Borges.

A partir de sua participação no festival do Rio as portas se abriram e muitos cantores famosos começaram a gravar suas músicas. Em 1970, excursionou com Elis Regina após a gravação do disco ELA. Em 1972 participou do histórico álbum CLUBE DA ESQUINA ao lado de Lô, Milton e Beto Guedes, além de dezenas de álbuns de diversos artistas.

O sucesso internacional veio no final da década de 70 com sua indicação entre os melhores guitarristas do mundo pela revista Melody Maker. Toninho Horta viajou por mais de 30 países e realizou trabalhos com George Benson, Pat Metheny, Michael Franks, Manhattan Transfer, entre outros.

Em seus 50 anos de carreira lançou 28 álbuns no Brasil e exterior e, recentemente, promove em turnê o seu songbook “108 Partituras” com 360 páginas.

É considerado hoje um dos maiores guitarristas de jazz do mundo, sendo muito aclamado e respeitado internacionalmente. Mais de 80 músicas foram feitas em sua homenagem por artistas em todo o mundo.

 

Programa: “Dois Brasis”

Autoria de Toninho Horta

*Aqui Ó

*Serenade (é isso mesmo, não ignore)

*Viver de Amar

*Diana

*Pedra da Lua

*Manuel o Audaz

 

Autoria de Delcley Machado

*Lucas

*Ensolarando

*Malabarismo no pé

*Izaura

*Rosa Espanha

*Pro Zé


 

 Fotos

 

Apresentações