Professores:

FAÇA SUA INSCRIÇÃO

Solista

Thiago Bertoldi (São Paulo), masterclass de piano

09 de novembro

15h às 19h

Local: ICA – Instituto de Ciências da Arte, Avenida Presidente Vargas s/n, Bairro: Campina

Amazonas Filarmônica, Manaus

Prof. Ihar Panchanka, viola
Prof. Michel Arghirachis, fagote
Profa. Miroslava Krastanova, contrabaixo
Prof. Assem Anguelov, trompa
Prof. Simeon Spasov, Oboé

Onde/quando

21, 22 e 23 de novembro

9h às 12h e 15h às 18h

Local: Escola de Música da Universidade Federal do Pará

Avenida Conselheiro Furtado 2007, Bairro: Nazaré

Corpo de Dança do Amazonas, Manaus

Profa. Adriana Góes
Prof. André Duarte

Local: Avenida Conselheiro Furtado, 1648, Bairro: Nazaré

Onde/quando

22 de novembro

18h30 às 21h

Local: Espaço da Companhia Moderno de Dança

Avenida Conselheiro Furtado, 1648, Bairro: Nazaré

 

Thiago Bertoldi, piano

Nasceu em 27 de junho de 1986, na cidade de São Paulo. Dedica-se à música desde 1994. Iniciou seus estudos de piano no Conservatório Musical Villa Lobos de Garça, interior do estado de São Paulo. Em 2009, foi aceito como aluno universitário na renomada Academia de Música Liszt Ferenc (Franz Liszt) em Budapest, Hungria, sob a orientação do professor Gábor Eckhardt. Graduou-se em 2012 com nota máxima.

Em 2014, concluiu mestrado em “Performance” nesta mesma insituiçao, apresentando-se na “Grande Sala” onde interpretou o Concerto para piano n°2 em dó menor, op.18 de S. Rachmaninoff junto à orquestra acadêmica sob regência do maestro brasileiro Miguel Campos Neto. Atualmente desenvolve um trabalho como professor e correpetidor no Instituto de Ensino Musical Kodály Zoltán de Budapest, Hungria.

 

Prof. Ihar Panchanka, viola

Concluiu estudo básico na escola de Música de Jitomir, Ucrânia e graduou-se no Conservatório Nacional da Bielorussia, Mink – Diploma Especial em 1983. Integrou a Orquestra Sinfônica do Teatro de Drama Musical, a Orquestra de Estúdio de Ópera do Conservatório Nacional da Bielorussia e a Orquestra de Ópera e Balé da Bielorussia, nesta como assistente de chefe de naipe.

Foi professor de viola no Liceu de Música de Minsk e Chefe de naipe das violas da Orquestra Sinfônica de Rádio e TV da Bielorussia participando várias vezes como integrante da Orquestra e Quarteto de Cordas nos Festivais da Alemanha, França, Espanha, Itália e Áustria. Atualmente está na Orquestra Amazonas Filarmônica.

 

Prof. Michel Baracat Arghirachis, fagote

Fagote solo na Orquestra Amazonas Filarmônica desde 2013, onde também tem atuado regularmente como solista, Michel Arghirachis é bacharel pelo Departamento de Música da USP, na classe de Fábio Cury. Quando estudante integrou a Orquestra Jovem Maestro Eleazar de Carvalho, e a Orquestra Experimental de Repertório – onde fora premiado em alguns concursos – além da Orquestra de Câmara da ECA/USP e do “Projeto Academia” da Orquestra Sinfônica da USP (OSUSP).

Como músico freelancer, integrou frequentemente a Orchestre de la Suisse Romande e a Orquestra de Câmara de Lausanne além de outras orquestras como a Orquestra de Câmara de Friburgo, Orquestra de Câmara de Bienne, e inúmeras outras, nas quais pode ter contato com diversos maestros e solistas de grande renome.Foi primeiro fagote em tournée na Cia Brasileira de Opera em 2010/11, concebida e dirigida por John Neschling e integrou a Orquestra Sinfônica Brasileira nas temporadas de 2011/2012.

 

Prof. Miroslava Travkova Krastanova, contrabaixo

Iniciou seus estudos aos 13 anos de idade. Possui mestrado pela Academia Nacional de Musica, Pantcho Vladigerov- Sofia, Bulgária. Participou no Musik Festival Iserlohn- Alemanhae Festival de música em Luxemburgo. Em 1992 ganhou Premio no Concurso Nacional – Provadia, Bulgária. Trabalhou na Orquestra da Academia Nacional de Musica, Sofia, Opereta Nacional da Bulgária e na Nova Orquestra Sinfônica. Realizou vários turnês na Alemanha, Itália, Espanha, Áustria, Coreia do Sul, Grecia.

Participou de várias gravações com Enio Moricone. Ano 1999 chegou no Brasil para trabalhar na Amazonas Filarmônica. 2001-2010 foi professora no Centro Cultural Cláudio Santoro. Atualmente é Chefe de naipe de contrabaixo na Amazonas Filarmônica e Professora na UEA (Universidade do Estado do Amazonas). Ministrou aulas e máster classes em Conservatório Carlos Gomes e Fundação Vale Musica em Belém.

 

Prof. Assem Tzvetanov Anguelov, trompa

Natural de Bulgária, iniciou seus estudos de trompa com 12 anos, no Colégio musical em cidade Burgas. Graduou-se em mestrado pela Academia Nacional de Música Pantcho Vladigerov – Sofia, Bulgária, na classe do professor Vladislav Grigorov.Trabalhou como primeiro trompista na Orquestra da Academia Nacional de Música, também na New Simphony Orquestra . Participou em várias gravações com Enio Moricone. Realizou turnês pela Itália, Alemanha, Espanha, França, Grécia e Coreia.

Chegou no Brasil ano 1999 para trabalhar na Orquestra Amazonas Filarmônica, de 2001 ate 2008 foi professor de trompa no UEA e no Liceu de Artes e Ofícios Cláudio Santoro em Manaus. Ano 2004 fundou quarteto de trompas Allegro, realizando várias apresentações nos espaços culturais em Manaus.Atualmente é professor de trompa na UEA (Universidade do Estado do Amazonas), Chefe de naipe na Orquestra Amazonas Filarmônica. Ministra frequentes aulas e máster classes em Fundação Vale Musica – Belém.

 

Prof. Simeon Spasov, oboé

Integrante da Orquestra Amazonas Filarmônica e monitor de naipe de oboé da Orquestra Experimental da Amazonas Filarmônica desde 2012. Professor de oboé no Liceu de Artes e Ofícios Claudio Santoro desde 2016.

 

Profa. Adriana Góes, dança

Bailarina do Corpo de Dança do Amazonas (CDA) desde 1998, atuou como atleta da Seleção Amazonense de Ginástica Rítmica e da Seleção de Ginástica Rítmica do Rio de Janeiro. É Licenciada em Dança e Pós-graduada em Dança Educação pela Universidade do Estado do Amazonas (UEA). Dinâmica, versátil e inquieta, Adriana está sempre buscando conhecimento através de cursos na área de Dança e afins, com profissionais renomados do Brasil e exterior. Atualmente, além de bailarina, é Professora de Técnica de Dança Clássica e Assistente de Coreografia do CDA e foi Professora de Ballet Clássico do Centro de Treinamento de Alto Rendimento da Amazônia – CTARA.

Começou seus trabalhos coreográficos dentro da UEA com a coreografia “É Bonsoir”. Sua estreia como coreógrafa foi no X Festival Amazonas de Ópera (2007) com a coreografia “Sem Palavras” onde foi coautora juntamente com André Duarte. Assinou também as coreografias “Mãe Velha” (2008), “Um outro tempo” (2012), “Bet@” (2013), “Sagração da Primavera” (2013) e “Carmem Suite” (2014) para o CDA e “Incômodo” (2010) para a Cia de Idéias, onde também atua como bailarina. A artista agora busca desenvolver trabalhos que transitem pela dança, vídeo e fotografia, aprofundando sua linguagem e estilo de movimentação que vem sendo estudada desde 2006.

Prof. André Duarte, dança

Pesquisador, professor, bailarino e coreógrafo natural do Amazonas. Mestre no Programa de Pós-Graduação em Letras e Artes da Universidade do Estado do Amazonas/UEA – Manaus/AM. Especialista em Metodologia do Ensino Superior pelo Centro Universitário do Norte/Uninorte – Manaus/AM. Graduado pela Faculdade de Artes do Paraná/FAP – Curso de Dança – Curitiba/PR e Formação Técnica Profissional pela Escola de Danças Clássicas do Centro Cultural Teatro Guaíra/EDCCCTG – Curitiba/PR.

Obteve cursos e treinamentos diversos sob a orientação de professores de dança renomados no Brasil e do exterior. Ingressou em algumas companhias dança como: Cisne Negro Cia de Dança (SP) em 2001, Ballet Sopro (SP) em 2001, na G2 Cia de Dança do Teatro Guaíra (PR) em 2000 e na Téssera Cia de Dança da UFPR (PR) em 2000. Atualmente faz parte do corpo docente do curso de dança da Universidade do Estado do Amazonas – UEA, também integra o Corpo de Dança do Amazonas – CDA onde já atuou como bailarino e agora compartilha como coreógrafo, assistente, ensaiador e professor de dança moderna/contemporânea/balé clássico

FAÇA SUA INSCRIÇÃO


ver todas as cidades